Confira mais sobre o XV!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Personagens da História - "Especial Centenário" - Zé Luiz

Continuando com a série de entrevistas em homenagem ao centenário do alvinegro mais famoso do interior, o Blog Histórias do XV entrevistou um dos grandes jogadores que já vestiram a camisa zebrada.
 
Nascido em Santos, em 19 de junho de 1955, José Luiz Glória Fernandes, o Zé Luiz, jogou em grandes equipes como o Guarani, ao lado de jogadores como Careca, Zenon e Renato, Pinheiros do Paraná (hoje Paraná Futebol Clube) e Portuguesa Santista, mas ficou marcado por sua passagem pelo XV de Piracicaba. No XV,  Zé Luiz ficou marcado pelos gols importantes que marcou contra grandes equipes, como Guarani, Corinthians e Grêmio, os quais foram relembrados na conversa com o Blog Histórias do XV.
 
FOTO: Zé Luiz em sua passagem pelo XV de Piracicaba (Histórias do XV - Rocha Netto).
 
BLOG HISTÓRIAS DO XV: Como você chegou ao XV e como foi sua estreia no time principal?

ZÉ LUIZ: Cheguei ao  XV de Piracicaba em agosto de 1978, após disputar o Campeonato Brasileiro de 1977 pelo Guarani de Campinas e de 1978 pelo D. Bosco de Cuiabá. O XV foi até a cidade de Santos e comprou meu passe, que pertencia à Portuguesa Santista.
 
FOTO: Zé Luiz em sua estreia em Piracicaba contra a equipe do Guarani (Histórias do XV - Rocha Netto).

BLOG HISTÓRIAS DO XV: Qual foi o jogo mais importante que você se recorda com a camisa do XV?     
ZÉ LUIZ: Um dos jogos mais importante foi a minha estreia na cidade de Piracicaba. A partida era contra nada mais nada menos que o Campeão Brasileiro de 1978, o Guarani de Campinas, de Zenon, Careca, entre outros. Ganhamos de 2 x 1, um gol meu e outro do Nardela.
Fiz uma grande partida que me rendeu uma linda reportagem no Jornal de Piracicaba, com a seguinte manchete: "NA VITÓRIA SOBRE O GUARANI, SURGIU UM NOVO ÍDOLO: ZÉ LUIZ".

FOTO: Reportagem apresentada por Jornal da cidade de Piracicaba após a vitória do XV sobre o Guarani.

BLOG HISTÓRIAS DO XV: Mais alguma partida marcou sua passagem pelo XV?
ZÉ LUIZ: Outra partida inesquecível aconteceu quando decidimos a nossa vaga no Campeonato Brasileiro de 1979, em Piracicaba, contra a equipe do Santa Cruz de Recife. Nossa chave era formada por XV, Grêmio, Flamengo, Londrina, Bahia, Nautico, Santa Cruz e Gama (DF).
Ganhamos a partida de 2 x 1 do Santa Cruz e nos classificamos para a fase final do Campeonato Brasileiro. Nesse jogo fiz um gol e uma atuação de gala. No grupo, classificaram XV e Flamengo, eliminando Grêmio e Bahia. Naquele ano, ficamos em 8º lugar.

BLOG HISTÓRIAS DO XV: Qual é o gol que você marcou que não sai de sua memória?
ZÉ LUIZ: Um gol marcante foi aquele marcado contra o Grêmio, em 1979, quando vencemos por 3 x 0. Tenho foto desse gol até hoje!

FOTO: Imagem do gol marcado por Zé Luiz sobre o Grêmio, na inesquecível vitória do XV por 3 x 0.
 
BLOG HISTÓRIAS DO XV: Como você avalia a importância do XV na sua carreira?
ZÉ LUIZ: O XV foi muito importante em minha carreira. Foram os meus melhores anos como atleta profissional de futebol, assim como em minha vida pessoal, pois em Piracicaba que construí minha família. Sou casado com Miriam Caetanelli, uma filha da terra, e temos um filho: Bruno Caetanelli, hoje com 23 anos de idade que, com muito orgulho, segui a profissão do pai (Professor de Educação Física).

BLOG HISTÓRIAS DO XV: Deixe um recado para a torcida do XV.
ZÉ LUIZ:  O recado que deixo é que nunca deixem de acreditar no XV de Piracicaba. Esse clube é de muita tradição no cenário brasileiro. Sua camisa tem muito peso e respeito. Tive a honra, o orgulho e o prazer de vestir essa camisa.
No ano passado, a equipe master do XV jogou no Barão contra o master do São Paulo e fui convidado para esse jogo. Confesso a vocês que me emocionei ao adentrar novamente no Barão, palco de muitas jornadas inesquecíveis. Joguei mais de 14 times em toda a minha carreira, mas nenhum foi tão especial quanto o XV de Piracicaba. Amo esse time de coração.

Atualmente, Zé Luiz é Professor de Educação Física e trabalha em sua cidade natal, Santos, como responsável pela Escola Meninos da Vila.

FOTO: Zé Luiz em partida disputada pela equipe de veteranos do XV de Piracicaba.

BLOG HISTÓRIAS DO XV

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Personagens da História - Cardeal

Na última sexta-feira, 16/08/2013, o Barão da Serra Negra recebeu uma ilustre visita. Trata-se do ex-jogador Antônio dos Santos, o Cardeal, que foi convidado pela Comissão de Arquivo e Memória do XV de Piracicaba para dar o pontapé inicial da partida entre XV de Piracicaba e Comercial. Cardeal foi ponta direita do XV de Piracicaba nas décadas de 30 e 40, sendo um dos grandes destaques das conquistas de 1947 e 1948.

FOTO: Cardeal dando o pontapé inicial da partida entre XV de Piracicaba e Comercial (Acervo Histórias do XV).

Aproveitando a visita de Cardeal ao Barão, a série "Personagens da História" homenageia o jogador, um dos mais importantes da História do nosso Alvinegro.

CARDEAL

Antônio dos Santos, o Cardeal, começou sua trajetória no XV em 1938, quando ingressou no alvinegro piracicabano na equipe infantil. Após passar pela equipe juvenil e pelo segundo quadro, Cardeal deixou o XV de Piracicaba para atuar pelo Clube Atlético Piracicabano. A mudança de clube teve uma razão: o amor de uma mulher, chamada Mercedes, que frequentava o clube.

Após passar ainda por Sucreire e Sorocabana, Cardeal retornou ao XV em 1945, para, mais tarde, fazer parte de uma das maiores equipes da história do interior de São Paulo, bicampeã do interior nos anos de 1947 e 1948.

FOTO: Cardeal em campo pelo XV (Site Oficial XV).
 
Em entrevista ao site oficial do XV, Cardeal relembrou que assistia os jogos do XV já na infância. No entanto, fazia as vezes de gandula para conseguir assistir as partidas:  “No antigo campo do XV, a bola ia com frequência para fora do estádio, então nós corríamos atrás para pegar, pois no jogo só tinha duas bolas e não podia perder”, recordou.
 
Com as boas atuações, Cardeal recebeu diversas propostas de equipes do interior e da capital para deixar o XV. "O técnico argentino Gregório Soarez gostava muito de mim e sempre me chamava, mas nunca fui, pois não queria sair da cidade. Tive propostas do Guarani e do São Paulo Railway (hoje Nacional) entre outros”, afirmou.
 
Cardeal considera como um dos momentos mais marcantes de sua passagem pelo alvinegro piracicabano um gol marcado contra o Guarani. A partida que não sai da memória de Cardeal foi realizada no dia 14 de novembro de 1948 e garantiu o título da Série Preta da Segunda Divisão do Campeonato Paulista com 3 rodadas de antecedência para o XV.

FOTO: Gol marcado por Cardeal no empate do XV com o Guarani na cidade de Campinas em 1948 (Site Oficial do XV).
 
Ainda na entrevista concedida para o site do XV, Cardeal deixou um recado para a torcida do nosso alvinegro:  “Desejo ao XV muito sucesso em 2013. Estarei acompanhando cada lance dos jogos. Parabéns pelos 99 anos e fico muito orgulhoso de fazer parte desta história”.
 
Ao longo de 6 anos atuando pelo XV (entre 1938-1939 e 1945-1948), Cardeal marcou  a expressiva marca de 57 gols.

FOTO: Cardeal, 92 anos, em sua entrevista ao Site Oficial do XV de Piracicaba.
 
HISTÓRIAS DO XV